Dark Light

o fio da vida, matéria prima de todo tecido, de todo viver.

humanidade de ser quem somos, reconhecendo-nos por nossa própria expressão e interagindo.

sem artificialidades, espontâneos e belos em nossas fragilidades.

cada gesto é universo que se abre, é parte de uma teia viva que está em cada um e é maior que todos nós.

fio precioso, gesto. expressão, universo. poesia da vida.

Related Posts

ser e estar

acordamos, um acorde a sua vez, é domingo. um dia sem tempo, cinzento. entre almofadas, travesseiros, livros e uma…

a beleza

passarinho, acompanhar com os olhos seu caminho, sentir fugidio e entregar-se ao que o coração consegue imaginar. a…